Revolução Francesa - Assembléia Nacional Constituinte

11 de dez de 2010


Em 1789 os representantes do terceiro estado se reuniram e proclamaram a Assembléia Nacional Constituinte com o objetivo de criar uma constituição para a França, mas o rei logo ordenou seu fechamento. Mas o terceiro estado, com o apoio da burguesia não desistiu e elaborou uma nova constituição para o país.
Luis XVI tentou reagir formando tropas de combate, mas os revolucionários continuaram e, incentivados pelo lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade” tomaram a Bastilha (uma prisão símbolo do poder absoluto onde todos os que desrespeitavam a monarquia eram presos), liberaram seus prisioneiros, pegaram as armas e saíram pelas ruas defendendo seus ideais.
Vendo que era quase impossível parar a revolução, o rei reconheceu oficialmente a Assembléia Nacional Constituinte que, então, acabou com o regime feudal, com os privilégios tributários e proclamou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.
Em 1790 a Assembléia Constituinte confiscou terras da Igreja e subordinou o clero à autoridade do Estado. O Papa não aceitou e os seus sacerdotes viram-se obrigados a escolher entre duas opções: sair da França ou ficar para lutar contra a revolução. Muitos decidiram obedecer as novas leis.

0 comments:

Postar um comentário

 
Fox Stuff © 2013 | Plantilla diseñada por Ciudad Blogger