Gases

18 de mar de 2010

No século XVIII, Torricelli mediu pela primeira vez a pressão atmosférica e deu uma explicação adequada à natureza desse fenômeno. Assim, teve início o estudo dos gases. O estudo dos gases é o estudo das relações entre as grandezas macroscópicas dos gases, tais como a pressão, a temperatura e o volume de um gás.
Na fase gasosa as forças de atração entre as partículas são quase inexistentes, isso permite uma grande liberdade de movimentação das partículas do gás no espaço.
Para o estudo dos gases, utilizamos um modelo de gás ideal, isto, para simplificarmos o sistema estudado e utilizarmos leis bem conhecidas, como por exemplo, as leis de Newton. O modelo de gás ideal ou perfeito abrange as hipóteses listadas abaixo.
a) O gás é constituído de partículas chamadas moléculas.
b) as moléculas executam movimentos desordenados e obedecem às leis de Newton para o movimento.
c) O número total de moléculas é bem grande
d) O volume das moléculas é uma fração desprezível do volume ocupado pelo gás.
e) sobre as moléculas não agem forças consideráveis, exceto durante as colisões.
f) As colisões são elásticas e de duração desprezível.
Para se estudar os gases, una-se um modelo que é denominado Gás Ideal ou Perfeito. Esse gás é hipotético cujas moléculas não apresentam volume próprio e não há a existência de forças coesivas entre suas moléculas. As variáveis que caracterizam o estado de um gás são:
A) Volume (V) - Os gases não tem volume e nem forma próprios. Por definição, o volume de um gás é o volume do recipiente que o contém.
B) Pressão (p) - A pressão de um gás é devida aos choques das moléculas contra as paredes do recipiente.
C) Temperatura (T) - É o estado de agitação das partículas do gás. No estado dos gases usa-se muito a temperatura absoluta em Kelvin (K).

Imagem retirada de www.cdcc.sc.usp.br/escolas/juliano/gases.html

0 comments:

Postar um comentário

 
Fox Stuff © 2013 | Plantilla diseñada por Ciudad Blogger